Mãe e uma criança

Converse com sua criança interior

Escrito por Marlon Cabreúva

Dentro de cada um de nós existe uma criança e um adulto, que correspondem a circuitos cerebrais bem distintos.



Pensamos pelo lado adulto, que deve sempre conversar com a criança e tentar vê-la e senti-la para saber como ela está e corrigir suas emoções com linguagem de adulto para criança. O adulto também deve, com equilíbrio, satisfazer algumas vontades da criança.


Bem conversados, a criança ficará feliz, motivada e dará energia para o adulto viver e se sentir bem.


Ainda existe um outro circuito cerebral das funções automáticas, que convive como se fosse um feto, ligados às reações corporais automáticas.



O adulto decide tudo e controla os movimentos conscientes do corpo.



O feto tem corpo saudável se a criança estiver feliz, que depende do bom diálogo com o adulto.


Esta visão é muito simples e poderosa e pode transformar nossas vidas em muitos aspectos.

——

Exemplo p/ ansiedade: quando estamos ansiosos podemos fechar os olhos e imaginar como a nossa criança interior está se sentindo, como fica seu corpo e sua voz. E deixar ela falar.

Depois o nosso lado adulto conversa com ela em uma linguagem que seja eficiente para a criança emocional.


Exemplo p/desmotivação: quando estamos desmotivados com um trabalho ou estudo, podemos fechar os olhos e imaginar como a nossa criança interior está se sentindo, como fica seu corpo e sua voz. E deixar ela falar. Depois o nosso lado adulto conversa com ela em uma linguagem motivante: - Olha como isso é legal. Olha como você é inteligente e vai crescer etc.

 

EsperantoMondo.org

En la Vizio de la Nova Mondo - NovaMondo.org